curiosidades

Tudo vale por uma boa história?

Amigos,

Hoje proponho uma reflexão sobre uma situação que pode acontecer com qualquer jornalista. Uma situação que coloca em jogo a ética, a reputação e a moral do profissional.

Vamos a uma hipótese:

Uma pessoa (neste caso a fonte) entra em contato com você para contar uma história. Ela confessa que está envolvida em um ato ilícito (muito ou pouco grave, porém ilegal) e pede que você escreva sobre isso. Mas há uma condição: enquanto você, como jornalista, realiza a documentação do fato com investigação, entrevista ou fotos, nada pode ser publicado até que a fonte permita.

Opção 1: você aceita a proposta

Opção 3: você não aceita a proposta e fica na sua

Opção 4: você não aceita a proposta e denuncia a fonte

Um agravante: durante esse processo, você acompanharia o informante durante o ato ilícito que ele comete e, como concordou em manter sigilo, de certa forma se transformaria em um cúmplice por omissão.

O que você faria?

Talvez buscar um exemplo nos jornalistas mais experientes seria uma boa ideia. Mas e se isso tivesse acontecido de verdade com um profissional, que escolheu ficar calado durante anos pelo bem de uma boa história?

No dia 11 deste mês, a versão eletrônica da revista The New Yorker publicou uma matéria sobre a história de um homem chamado Gerald Foos que comprou um motel em Denver, Colorado nos anos 60 e elaborou um sistema secreto para espiar hóspedes, principalmente suas atividades sexuais. Por décadas, ele ficou à espreita, olhando, analisando e escrevendo cada movimento e atividade de quem estava nos quartos.

A matéria leva a assinatura de Gay Talese.

Sim! O pai do novo jornalismo.

motel

O Manor House Motel, cujo proprietário manteve, secretamente, a prática de voyeurismo durante 25 anos (Foto: Reprodução Amazon)

Talese conta que recebeu uma carta em que Foos explicava ter um material interessante, que poderia contribuir ao trabalho que vinha desenvolvendo no livro A Mulher do Próximo, um retrato da sexualidade norte-americana nas décadas de 60 e 70.

Nos dias que se seguiram, ele afirma ter refletido muito sobre a história do homem que violava, em segredo, a privacidade sexual de desconhecidos. Por fim, ele aceitou a proposta justificando que ele próprio havia utilizado métodos semelhantes em seus trabalhos. A maioria dos jornalistas são voyers incansáveis que vêem as verrugas no mundo, as imperfeições de pessoas e lugares”, explica na matéria.

Foos manteve a prática até vender o motel em 1995 e só em 2013 o jornalista recebeu a autorização para divulgar a história, 33 anos depois de conhecer o fato.

Mais: vindo de Gay Talese, não é uma surpresa o fato de que um livro sobre o caso será lançado, ainda neste ano.

E então, o jornalismo é um vale-tudo?

Mudando de assunto. O aluno Thiago Carrico, do matutino, recomendou um site para os cinéfilos. No MemoCine estão disponibilizadas algumas películas do século passado, além de documentários, curtas e séries. Nem só na Netflix podemos nos perder com tantos títulos 🙂

 

Anúncios

Como as aulas estão no fim, vou adotar a prática de continuar com o blog e sempre que aparecerem oportunidades, repasso para vocês por aqui , como a que segue. Portanto, adotem o blog na lista de favoritos de vocês:)

. FUTEBOL é o tema da edição, nº 27, a ser publicada em agosto de 2010 da revista Continuum.

 . Envie o seu projeto de matéria jornalística para a seção Deadline da revista Continuum ou trabalhos artísticos para seção Área Livre..

 . A seção Deadline é exclusiva para graduandos de todos os cursos. A seção Área Livre é aberta a todos, independente do grau de instrução ou atividade que exerce. É a seção do leitor.

 Seção Deadline

É uma seção da revista Continuum Itaú Cultural, aberta exclusivamente para estudantes universitários de graduação, de todos os cursos, para se exercitarem no gênero reportagem. O projeto de reportagem selecionado será publicado na revista nº 27, dos meses agosto-setembro de 2010. O tema do projeto de reportagem a ser enviado é FUTEBOL.

 Lembramos que a revista Continuum é de circulação nacional, distribuição gratuita e acaba de receber o Prêmio Antonio Bento, da APCA – Associação Brasileira dos Críticos de Arte na categoria Difusão das Artes Visuais na Mídia. Para conhecer a revista Continuum basta entrar no site http://www.itaucultural.org.br/ e clicar o botão Continuum no topo da página.

 SOBRE O TEMA FUTEBOL

O objetivo da reportagem é aprofundar temas históricos, sociais, culturais e artísticos do futebol brasileiro ou internacional. Ir além da habitual cobertura da mídia, que se limita à narração de jogos e aos programas de análise de campeonatos e atuação de jogadores. Os projetos podem ser histórias focadas em personagens de considerável destaque na área, acontecimentos que ajudem a compreender o significado e a importância do futebol para o país e para seu povo, entre outros enfoques.

 COMO PROCEDER

O estudante terá que enviar um projeto de reportagem de apenas 1400 caracteres (01 lauda), até o dia 14 de junho de 2010. O proponente do projeto selecionado terá o prazo de até 30 de junho de 2010 para concluir a matéria. O estudante terá o acompanhamento da redação da revista para concluir a sua matéria.

 PRÊMIO DE INCENTIVO

O estudante do projeto selecionado terá a oportunidade de ver a sua matéria jornalística publicada, na íntegra, na revista Continuum e receberá R$300,00 (trezentos reais). 

 RESUMO DAS ETAPAS DO PROJETO

– até o dia 14 de junho de 2010 o estudante envia um projeto de reportagem com até 1400 caracteres (uma lauda) para a redação da revista Continuum, de acordo com o tema solicitado, através do e-mail participecontinuum@itaucultural.org.br. A inscrição é individual.

 – dia 16 de junho é anunciado o projeto selecionado: a equipe da redação da revista fará o contato com o proponenete do projeto.

 – entre os dias 16 e 21 de junho o proponente do projeto selecionado deverá enviar os documentos selecionados, conforme previsto no regulamento.

 – dia 30 de junho de 2010 é a data limite para o envio da matéria jornalística concluída. 

 IMPORTANTE

– Antes de enviar o seu projeto acesse a página  www.itaucultural.org.br/continuum  e leia com atenção o regulamento da açãoconvocatória e ficha de inscrição e saiba mais detalhes sobre esta ação. Dúvidas? envie e-mail para: participecontinuuum@itaucultural.org.br

 – No mesmo e-mail em que o estudante enviar o projeto de até 1400 caracteres, deverá também anexar a ficha de inscrição em arquivos separados no formato .doc (Word).

– No campo assunto do e-mail deverá constar: Regulamento Ação Deadline – Pauta: Futebol.

 * * *

 Seção Área Livre (para trabalhos artísticos)…é aberta a todos, não precisa ser estudante.

Se você não quer saber de escrever matérias, mas deseja colaborar com a revista, a seção Área Livre abre espaço para trabalhos artísticos. É a oportunidade de você mostrar o seu talento: fotos, ilustrações, poemas, outras manifestações artísticas ou mesmo artigos reflexivos podem ser enviados para a revista. Basta seguir o tema proposto da próxima edição: Futebol. Envie seu trabalho para o e-mail participecontinuum@itaucultural.org.br e após análise e seleção da redação, seu trabalho será publicado.

 Prazos para envio de trabalho na seção Área Livre: até 03 de julho para a revista impressa e até 10 de setembro para a versão online da revista.

Saiba como enviar o seu trabalho artístico no site www.itaucultural.orr.br/continuum. Dúvidas: participecontinuum@itaucultural.org.br.

 Participe e boa sorte!

Contato: itaucultural@comunicacaodirigida.com.br | Tel 11 3881-1710