Indicações de vídeo e leitura

A lista que segue abaixo foi extraída do site da ABJL (Associação Brasileira de Jornalismo Literário), conforme consta o link ao fim do texto. Trata-se de algumas indicações de livros e documentários, mas que certamente pode ser ampliada através de indicações de vocês.

Livros teóricos
Na seção de livros teóricos destacamos o livro do Edvaldo Pereira Lima, Páginas Ampliadas, afinal é leitura obrigatória para quem vai produzir livro-reportagem no Projeto Experimental. Resultado de suas pesquisas, o livro começa estruturando o que é Livro-reportagem para depois mostrar as técnicas de aprofundamento utilizadas no seu processo de produção. Ainda nessa seção, outro destaque é o link Clube de Autores, também para quem pretende produzir livro é uma possibilidade de publicação, tanto impressa quanto via internet, sem custos.
AZEVÊDO FILHO, Carlos Alberto Farias de. João Antônio – Reporter de “Realidade”. João Pessoa: Idéia, 2002.
BERNAL, Sebastià e Luís Alberto Chillón. Periodismo Informativo de Creación. Barcelona: Mitre, 1985.
BOSI, Ecléa. Memória e sociedade. São Paulo: Companhia das Letras, 6ª ed., 1998.
BOSI, Ecléa. O tempo vivo da memória. São Paulo: Ateliê Editorial, 2003.
BOTTON, Alain. A arte de viajar. Rio de Janeiro: Rocco, 2005.
CAMPBELL, Joseph. O Herói de Mil Faces. S. Paulo: Cultrix/Pensamento, s/d.
CAMPBELL, Joseph. O poder do mito (diálogo com Bill Moyers). 21ª edição. São Paulo: Palas Athena, 2003.
CAPRA, Fritjof. O ponto de mutação. São Paulo: Cultrix, 1999.
CARR, E.H. Que é História?. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1989.
COIMBRA, Oswaldo. O texto da reportagem impressa. São Paulo: Ática, 1993.
COLE, Ardra L., e KNOWLES, J. Gary. Lives in Context: The Art of Life History Research. Walnut Creek: Altamira Press, 2001.
COSTA, Cristiane. Pena de Aluguel – Escritores Jornalistas no Brasil 1904-2004. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.
FARO, José Salvador. Realidade, 1966-1968: tempo da reportagem na imprensa brasileira. São Paulo: Editora Ulbra / AGE Editora, 1999.
FRANKLIN, Jon. Writing for Story. Nova York: Plume, 1994.
HALL, Kevin, e MERINO, Ruth. Periodismo Y Creatividad. Cidade do México: Trillas/Florida International University, 1995.
KAPUSCINSKI, Ryszard. Los cínicos no sirven para este oficio: sobre el buen periodismo. Barcelona: Anagrama, 2003.
KOVACH, Bill, e ROSENSTIEL, Tom. Os elementos do jornalismo. 2ª edição. São Paulo: Geração Editorial, 2004.
KRAMER, Mark; CALL, Wendy (orgs.). Telling true stories: a nonfiction writer’s guide from Nieman Foundation at Harvard University. Boston: Plume Book, 2007.
KUNCZIK, Michael. Conceitos de jornalismo. São Paulo: Edusp, 1997.
KÜNSCH, Dimas Antônio. Maus pensamentos: os mistérios do mundo e a reportagem jornalística. São Paulo: AnnaBlume/Fapesp, 2000.
LEHMAN, Daniel W. John Reed & the writing of revolution. Athens, Ohio: Ohio University Press, 2002.
LEHMAN, Daniel W. Matters of fact: reading nonfiction over the edge. Columbus: Ohio State University Press, 1997.
LIMA, Edvaldo Pereira. El periodismo impreso y la Teoría General de los Sistemas: un modelo didáctico. Cidade do México: Trillas,1991.

LIMA, Edvaldo Pereira. Jornalismo Literário Para Iniciantes. São Paulo: Clube de Autores – http://www.clubedeautores.com.br -, 2010.
LIMA, Edvaldo Pereira. O que é livro-reportagem. São Paulo: Brasiliense, 1993.
LIMA, Edvaldo Pereira. Páginas ampliadas: o livro reportagem como extensão do jornalismo e da literatura. 4ª edição (ampliada). São Paulo: Manole, 2008.
LLOSA, Mario Vargas. Cartas a un joven novelista. Madrid: Ariel/Planeta, 1997.
MARTINEZ, Monica. Jornada do Herói: a estrutura narrativa mítica na construção de histórias de vida em Jornalismo. São Paulo: Fapesp/Anablume, 2008.
MEDINA, Cremilda. Povo e Personagem. Canoas: Ulbra, 1996.
MEDINA, Cremilda. Notícia: um poduto à venda. São Paulo: Summus, 1978.
RESENDE, Fernando. Textuações – ficção e fato no Novo Jornalismo de Tom Wolfe. São Paulo: AnnaBlume, 2002.
ROOT-BERNSTEIN, Robert, e Root-Bernstein, Michèle. Centelhas de gênios –
como pensam as pessoas mais criativas do mundo. São Paulo: Nobel/Exame, 2000.
SABATO, Ernesto. O escritor e seus fantasmas. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.
SCHMULL, Robert. As responsabilidades do jornalismo. Rio de Janeiro: Nórdica, 1984.
SODRÉ, Muniz, FERRARI, Maria Helena. Técnica de Reportagem: notas sobre a narrativa jornalística. São Paulo: Summus, 1986.
TALESE, Gay & LOUNSBERRY, Barbara. Writing creative nonfiction – the literature of reality. New York: HarperCollins, 1996.
THOMPSON, Paul. A voz do passado. São Paulo: Paz e Terra, 1998.
VILAS BOAS, Sergio. O estilo magazine. São Paulo: Summus, 1996.
VILAS BOAS, Sergio. Biografias & biógrafos – jornalismo sobre personagens. São Paulo: Summus, 2002.
VILAS BOAS, Sergio. Biografismo: reflexões sobre as escritas da vida. São Paulo: Unesp, 2008.
VOGLER, Christopher. A jornada do escritor: estruturas míticas para escritores. 2ª edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2006.

Livros narrativos (não-ficção)
Entre os livros narrativos destacamos também uma leitura obrigatória para o Projeto Experimental, Cicatriz de Reportagem, em que Carlos Azevedo conta como foi o processo de produção de treze reportagens que fez ao longo de sua carreira. Mais interessante do que o produto final, o processo para se chegar até ele é o destaque nessa obra.
AZEVEDO, Carlos. Cicatriz de reportagem: 13 histórias que fizeram um repórter. São Paulo: Editora Papagaio, 2007.
BARCELLOS, Caco. Abusado. Rio de Janeiro: Record, 2002.
BARDAWIL, José Carlos. O repórter e o poder. Editora Alegro, 1999.
BOJUNGA, Claudio. JK – o artista do impossível. Rio de Janeiro: Objetiva, 2002.
BRUM, Eliane. A vida que ninguém vê. Porto Alegre: Arquipélago Editorial, 2006.

BRUM, Eliane. O olho da rua. São Paulo: Globo, 2008.
CAMPOS JR., Celso. Adoniran, uma biografia. São Paulo: Globo, 2004.
CANÇADO, José Maria. Os sapatos de orfeu – biografia de Carlos Drummond de Andrade. São Paulo: Scritta, 1993.
CAPOTE, Truman. A sangue frio. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.
CARTA, Gianni. Velho Novo Jornalismo. São Paulo: Códex, 2003.
CARVALHO, Luiz Maklouf. Cobras Criadas – David Nasser e “O Cruzeiro”. Editora Senac, São Paulo, 2001.
CASTRO, Ruy. O anjo pornográfico – a vida de Nelson Rodrigues. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.
CASTRO, Ruy. Estrela Solitária – um brasileiro chamado Garrincha. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.
CAYCEDO, Germán Castro. Colombia amarga. Bogotá: Carlos VAlencia, 1979.
CAYCEDO, Germán Castro. El Alcaraván. Bogotá: Planeta, 1996.
CHATWIN, Bruce. Na Patagonia. 2ª edição. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.
CHATWIN, Bruce. The Songlines. Londres: Picador, 1987.
CLARK, Gerald. Capote: uma biografia. São Paulo: Globo, 2006.
CRAIG, Patricia (editora). The Oxford Book of Travel Stories. Oxford: Oxford University Press, 1997.
DANTAS, Audálio. O Circo do Desespero. São Paulo: Símbolo, 1976.
DIDION, Joan. O ano do pensamento mágico. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2005.
DINES, Alberto. Morte no paraíso – a tragédia de Stefan Zweig. 3ª edição. Rio de Janeiro: Rocco, 2004.
FAERMAN, Marcos. Com as mãos sujas de sangue. São Paulo: Global, 1979.
FRAZIER, Ian (editor). The best american travel writing. Boston: Houghton Mifflin, 2003.
HARRINGTON, Walt. Intimate journalism: the art and craft of reporting everyday life. Thousand Oaks, California: Sage, 1997.
HERSEY, John. Hiroshima. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.
KAPUSCINSKI, Ryszard. La guerra del fútbol y otros reportajes. Barcelona: Anagrama, 1992.
KAPUSCINSKI, Ryszard. Minhas viagens com Heródoto. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.
KAPUSCINSKI, Ryszard. O imperador. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.
KAPUSCINSKI, Ryszard. Ébano: minha vida na África. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.
KIDDER, Tracy. Among schoolchildren. Nova York: Avon, 1989.
KRAMER, Mark. Travels with a hungry bear: a journey to the russian heartland. Boston: Richard Todd, 1996.
KRAMER, Mark. Three farms: making milk, meat and money from the american soil. Boston: Bantam Books, 1977.
LE CARRÉ, John (et all). The Best of Granta Reportage. Londres: Granta Books/Penguin, 1993.
LEWIS, Jon E. (editor). The Mammoth Book of Journalism. Nova York: Carroll & Graff, 2003.
LIMA, Edvaldo Pereira. Ayrton Senna: Guerreiro de Aquário. São Paulo: Brasiliense, 1995.
LIMA, Edvaldo Pereira. Colômbia Espelho América. São Paulo: Perspectiva e Edusp, 1989.
LIMA, Edvaldo Pereira (org.). Econautas: Ecologia e Jornalismo Literário Avançado. São Paulo e Canoas: Peirópolis e Ulbra, 1996.
LIMA, Edvaldo Pereira (org.). O Tao Entre Nós. São Paulo: ECA/Com-Arte, 1994.
LONDON, Jack. O povo do abismo. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2004.
MAILER, Norman. A luta. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.
MAILER, Norman. O super-homem vai ao supermercado. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.
MARQUEZ, Gabriel García. Notícias de um seqüestro. Rio: Record, 1996.
MARQUEZ, Gabriel García. Relato de um náufrago. Rio de Janeiro: Record, 1970.
MÁRQUEZ, Gabriel García. Obra jornalística, vols. 1, 2, 3 e 4. Rio de Janeiro: Record, 2006.
MÁRQUEZ, Gabriel García (et all). The Best of Granta Travel. Londres: Granta Books/Penguin, 1991.
McPHEE, John. The second John McPhee reader. Nova York: Noonday, 1996.
MEDINA, Cremilda (org.). Narrativas a céu aberto: modos de ver e viver Brasília. Brasília: UNB, 1998.
MERCADANTE, Luiz Fernando. 20 perfis e uma entrevista. São Paulo: Siciliano, 1994.
MILLER, Adrienne (org.). Esquire’s big book of great writing. Nova York: Hearts Books, 2003.
MITCHELL, Joseph. O segredo de Joe Gould. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.
MORAIS, Fernando. Chatô, o rei do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.
NOVAES, Washington. Xingu – uma flecha no coração. São Paulo: Brasiliense, 1985.
ORLEAN, Susan. The bulfighter checks her makeup: my encounters with extraordinary people. Nova York: Random House, 2002.
ORWELL, George. Na pior em Paris e Londres. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.
PONIATOWSKA, Elene. Todo Mexico. Cidade do México: Diana, 1990.
PRADO, Antonio Carlos. Cela forte mulher. São Paulo: Labortexto, 2003.
REED, John. Os dez dias que abalaram o mundo. São Paulo: Ediouro, 2002.
REMNICK, David (orgs.). Life stories – profiles from “The New Yorker”. New York: Modern Library, 2001.
RIO, João do. A alma encantadora das ruas. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.
ROSS, Lillian. Filme. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.
RYAN, Cornelius. O mais longo dos dias. Porto Alegre: L&PM, 2004.
SABATO, Ernesto. Antes do fim. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.
SANTAMARIA, German. Colombia Y otras sangres. Bogotá: Planeta, 1987.
SIERRA, Malu. Donde todo es altar: Mapuche gente de la tierra. Santiago: Persona, 1992.
SIMS, Norman, & KRAMER, Mark (orgs.). Literary Journalism. New York: Ballantine, 1995.
SIMS, Norman. The literary journalists. New York: Ballantine Books, 1984.
TALESE, Gay. O reino e o poder – uma história do “The New York Times”. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.
TALESE, Gay. A mulher do próximo. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.
TALESE, Gay. Fama & anonimato. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.
TERZANI, Tiziano. Um adivinho me disse: viagens pelo misticismo do Oriente. São Paulo: Globo, 2005.
THEROUX, Paul. O grande bazar ferroviário. Rio de Janeiro: Objetiva, 2004.
THEROUX, Paul. The Old Patagonian Express. Londres: Penguin, 1979.
THOMPSON, Hunter S. Hell’s Angels – medo e delírio sobre duas rodas. São Paulo: Conrad, 2004.
VENTURA, Zuenir. 1968: o ano que não terminou. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1988.
VILAS BOAS, Sergio. Os estrangeiros do trem N. Rio de Janeiro: Rocco, 1997.
VILAS BOAS, Sergio (et all). Resgate Cultural da Bacia do Rio Itabapoana. Vitória: Sebrae/ES/MG/RJ, 2005.
VILAS BOAS, Sergio (et all). Resgate Cultural Estrada Real. Belo Horizonte: Sebrae-MG, 2007.
VILAS BOAS, Sergio (org.). Jornalistas literário: narrativas da vida real por novos autores brasileiros. São Paulo: Summus, 2007.
WOLFE, Tom. Os eleitos. Rio de Janeiro: Rocco, 1984.
WOLFE, Tom. Radical Chic e o Novo Jornalismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

Livros com ensaios e narrativas
DANTAS, Audálio (org.). Repórteres. 2ª edição. São Paulo: Editora Senac, 2004.
GUTKIND, Lee. The art of creative nonfiction. Nova York: John Wiley & Sons, 1997.
KERRANE, Kevin, e YAGODA, Ben. The art of fact: a historical anthology of Literary Journalism. Nova York: Touchstone, 1997.
MEDINA, Cremilda. A arte de tecer o presente – narrativa e cotidiano. São Paulo: Summus, 2003.
PIZANO, Daniel Samper, organizador. Antología de grandes reportajes colombianos. Bogotá: Aguilar, 2001.
ROSS, Lilian. Reporting back: notes on journalism. Nova York: Counterpoint, 2002.
SHUYUN, Sun. A longa marcha. Porto Alegre: Arquipélago Editorial, 2007.
SIMS, Norman (editor). Los periodistas literarios: o el arte del reportaje personal. Bogotá: El Áncora, 1996.
SIMS, Norman (editor). Los periodistas literarios: o el arte del reportaje personal. Bogotá: El Áncora, 1996.
SIMS, Norman, KRAMER, Mark (editores). Literary Journalism. New York: Ballantine, 1995.
WELLS, Ken, editor. Floating off the page: the best stories from The Wall Street Journal’s “Middle Column”. Nova York: Simon & Schuster, 2003.
VILAS BOAS, Sergio. Perfis. São Paulo: Summus, 2003.
WOLFE, Tom. The New Journalism. Londres: PanBooks, 1990.
WOLFE, Tom. Radical Chic e Novo Jornalismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

Documentários
Entre os documentários, Jogo de cena é muito interessante pela proposta de alternar atrizes interpretando mulheres contando suas histórias com as próprias mulheres contando suas histórias. A total ausência de pretensão do cenário (um teatro) também contribui, e o resultado é essa obra recheada de humanização.
Edifício Master. Brasil, 2002, 110 min. Dir.: Eduardo Coutinho.
Entreatos. Brasil, 2004, 115 min. Dir.: João Moreira Salles.
Eu fui a secretária de Hitler. Áustria, 92 min., 2001. Dir.: André Heller e Othmar Schmiderer.
Fala tu. Brasil, 2004, 74 min. Dir.: Guilherme Coelho.
O fim e o princípio. Brasil, 2006, 120 min. Dir.: Eduardo Coutinho.
Futebol (trilogia). Brasil, 1998. Dir.: João Moreira Salles e Arthur Fontes.
Gláuber, o Filme – labirinto do Brasil. Brasil, 2004, 98 min. Dir.: Silvio Tendler.
Janela da alma. Brasil, 2002, 73 min. Dir.: João Jardim e Walter Carvalho.
Jogo de cena. Brasil, 2007, 100 min. Dir.: Eduardo Coutinho.
Justiça. Brasil, 2003, 100 min. Dir.: Maria Augusta Ramos.
Língua – vidas em português. Brasil-Portugal, 2004, 90 min. Dir.: Victor Lopes.
Nelson Freire. Brasil, 2003, 102 min. Dir.: João Moreira Salles.
Nem gravata nem honra. Brasil, 2001, 70 min. Dir.: Marcelo Masagão.
Nós que aqui estamos por vós esperamos. Brasil, 1999, 73 min. Dir.: Marcelo Masagão.
Notícias de uma guerra particular. Brasil, 1999. Direção: João Moreira Salles e Katia Lund.
Onde a terra acaba. Brasil, 2001. Direção: Sérgio Machado.
Ônibus 174. Brasil, 2002, 133 min. Dir.: José Padilha.
Paulinho da Viola – meu tempo é hoje. Brasil, 2003, 83 min. Dir.: Izabel Jaguaribe.
Peões. Brasil, 2004, 85 min. Dir.: Eduardo Coutinho.
O prisioneiro da grade de ferro (auto-retratos). Brasil, 123 min., 2004. Dir.: Paulo Sacramento.
Raízes do Brasil. Brasil, 148 min., 2004. Dir.: Nelson Pereira dos Santos.
Santiago. Brasil, 90 min., 2007. Dir.: João Moreira Salles.
Santo forte. Brasil, 80 min., 1997. Dir.: Eduardo Coutinho.
Ser e ter. França, 104 min., 2002. Dir.: Nicolas Philibert.
Sob a névoa da guerra. EUA, 95 min., 2003. Dir.: Errol Morris.

Nessa lista não temos filmes, por exemplo, Capote e Resgate de um campeão que são baseados em histórias reais, mas são filmes, por tanto podem conter traços de ficção. O primeiro fala do processo de imersão e produção do livro A sangue frio e o segundo fala sobre a tentativa de um jovem repórter de produzir de o perfil de um ex-lutador de boxe. Apesar disso, fica então a proposta, vamos criar a seção filmes para essa lista? Mandem suas sugestões via comentários.
Fonte: http://www.abjl.org.br/index.php?conteudo=Estante&lang=

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s