A importância dos perfis para o jornalismo

No mínimo, o perfil serve como exercício para os jornalistas treinarem a descrição de suas fontes/personagens e saber identificar o que é verdade e o que pode ser mentira nos relatos que os outros contam. Como exercício de linguagem, o perfil também vale a pena, porque é possível estabelecer um estilo autoral nos textos de perfil, estilo esse não bem-vindo nas notas/notícias factuais.

Além disso, como tema, os perfis instigam à leitura dos textos. Primeiro porque se for de pessoas famosas, o perfil tem a função de proeminência, e se não for de gente famosa, tem a função de aproximar o leitor de problemas e/ou casos que já aconteceram com pessoas comuns, e acaba mostrando um outro lado da realidade, que é o lado da luta das pessoas do dia a dia.

Quando se fala em estudos sobre o gênero, os trabalhos de Sergio Vilas Boas tornaram-se referência, por isso indico a leitura de “A arte do perfil”, publicado na revista Entrelivros em agosto de 2008.

Para entenderem mais sobre perfil leiam Fama e Anonimato (Gay Talese) e/ou O segredo de Joe Gould (Joseph Mitchell), pois são ótimos exemplos de perfis. No Brasil, tem saído perfis bem interessantes na revista Piauí. Quem puder, indique também veículos ou livros brasileiros onde possamos encontrar exemplos de perfis. A partir dessas indicações, podemos identificar formas fixas nos perfis ou indicações que nos levem a escrever bons perfis? Afinal de contas não é nada fácil…

Anúncios

11 comentários

  1. A minha indicação é o filme Não Estou Lá que conta a história do cantor Bob Dylan. Depois da aula de hoje passei a considerar o filme como um perfil do cantar e não uma biografia. Quem ver o filme vai entender….

  2. Um livro que acabo de ler e que acredito que seja um exemplo é “O Solista”, do jornalista Steve Lopez. Entre as vivências próprias do autor, ele traça com detalhes o perfil de um morador de rua e músico notável que ele descobre na rua e todas as instabilidades próprias da doença mental que o personagem possui. Vale a pena!

    1. Olá,

      Fizeram um filme sobre esse livro… Eu não li o livro, mas o filme é muito bom. Vale a pena também!

      “O Solista”: fica na sessão de filmes cults

      Bj
      Michelle

  3. Um outro perfil legal, num boletim informativo de baixa circulação está no “Linhas de Expressão”, do Lar dos Velhinhos de Campinas, onde sempre tem um perfil de cada idoso da instituição.

  4. Bom .. p/ quem ainda nao leu .. segue o Perfil de Frank Sinatra feito por Gay Talese, que segundo a Revista Esquire e: “one of the most celebrated magazine stories ever published, a pioneering example of what came to be called New Journalism”

    http://www.esquire.com/features/ESQ1003-OCT_SINATRA_rev_

    Outros materias que gostaria de dividir, e o perfil de Gay Talese feito pelp Jornalista Eduardo Graça no caderno de Cultura do jornal Valor Economico:

    http://edudobrooklyn.blogspot.com/2006/06/perfilgay-talese.html

    Por fim .. um manual sobre como escrever perfis .. bem interessante:

    http://www.sergiovilasboas.com.br/ensaios/arte_do_perfil.pdf

    Peace!

  5. Só mais um pitaco, pois gostei muito do blog (inclusive de uma ou outra bordoada dada na minha matéria do Pinpoo): tem um livro chamado “20 perfis e uma entrevista”, do Luiz Fernando Mercadante – grande mestre no tema, um dos maiores no nosso país. Acho que, hoje, só em sebo. Vale a pena procurar.
    Abraços a todos,
    Christian

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s